PALESTRA SHOW

 

¨Cada vez mais as organizações deverão se parecer com Bandas de Jazz¨ Peter Drucker

Baseado nessa afirmação o maestro e administrador de empresas Marcelo Torres estabelece um paralelo entre uma organização e sua Jazz Band.

Situações que acontecem no palco e no dia a dia de uma empresa são mostradas de forma lúdica e com bom humor, através da música.

 

FUNDAMENTAÇÃO

Existem momentos em que você depende dos outros para ajudá-lo.

Como em uma Banda de Jazz, o sucesso dependerá de quão bem todos trabalham juntos.

De acordo com Grant Ackerman, diretor do corpo docente do Programa de Desenvolvimento de Executivos da Columbia Business School, podemos usar o jazz como uma metáfora organizadora devido à singularidade dessa forma de arte.

Ackerman fundamenta lições que aprendeu com o jazz para liderar e gerenciar organizações de sucesso.

NOS ORGANIZAMOS PORQUE NÃO PODEMOS FAZER “ISSO” SOZINHOS

Músicos de jazz se organizam porque o que eles querem criar não pode ser criado sozinho

Ao contrário de orquestras clássicas, bandas de rock, etc, as bandas de jazz contam com:

LIDERANÇA COMPARTILHADA, COLABORAÇÃO, CRIATIVIDADE e UMA HUMILDADE SINCERA QUE HONRA A PARTICIPAÇAO DE CADA INDIVÍDUO.

OS RESULTADOS SÃO MEMORÁVEIS.

 

A ARTE DE OUVIR

Grandes desempenhos requerem uma capacidade extremamente bem desenvolvida para ouvir o que os outros estão dizendo.

Em uma reunião, geralmente precisamos ouvir apenas uma pessoa por vez.

Em um quinteto de jazz isso significa ouvir quatro pessoas que estão se comunicando com você ao mesmo tempo, uma forma de arte e, mais importante, uma disciplina.

 

INOVAÇÃO E APRENDIZADO CONTÍNUOS

Artistas de jazz inovam sem medo do desconhecido, sem medo de falhar, estimulando tanto a experimentação quanto o aprendizado contínuo.

“Uma nota não é correta nem errada, é a nota que se segue que fará a diferença” Miles Davis.

 

O EGO FICA DO LADO DE FORA

Humildade significa que você sabe que os outros também podem ter grandes ideias e você lhes dá a oportunidade de contribuir.

 

 
 

 

MARCELO TORRES

 

Administrador de empresas, Maestro e Trompetista, Marcelo Torres tem apresentado sua Palestra Show “Gestão Empresarial e o Jazz tão Empresarial” por mais de 20 anos em centenas de empresas e escolas por todo o país. Tendo atuado no mercado corporativo nas áreas financeira e marketing (Instituição bancária) possui uma visão clara da similaridade entre esses dois universos, o que facilita a customização de cada palestra show.

“ O Jazz é quase somente uma arte do executante, dependendo muito mais de improvisação do que da própria composição, o que torna músico de Jazz o verdadeiro compositor, o que lhe confere uma condição de Criador”.

Leonard Bernstein, maestro e compositor americano.

 

 

HUMOR

 

HUMOR, PARTICIPAÇÃO DA PLATEIA E CONTEÚDO CUSTOMIZADO

Cada Palestra Show é customizada de acordo com o objetivo do evento.

Seus colaboradores sobem ao palco e dirigem a banda de Jazz.

Um humor elegante traz um toque lúdico ao evento, mantendo a plateia receptiva do começo ao final da apresentação.

 

 

CONTEÚDO

As pessoas são o ponto comum entre uma organização e uma banda de Jazz, isso nos possibilita abordar assuntos diversos em todo o tipo de empresa.

Sugestões de conteúdo:

 

  • Capacitação, Colaboração, Comprometimento

  • Trabalho em equipe

  • Improvisação

  • Liderança

  • Criatividade

  • Resistência a mudanças

  • Empatia

  • Complementaridade e Interdependência

  • Impacto individual no resultado do grupo

  • Customizamos sua palestra de acordo com sua necessidade

 

 
 

 

PALESTRA SHOW "IN COMPANY"

 

Com instrumentos acústicos e portáteis vou até sua empresa com minha banda de jazz e faço a palestra show ao vivo para seus colaboradores .

 

 

Clientes

Fotos

 

1/2
 
1/2

​Vídeos

 
CONARH 2015